🌻 Propiedades del aceite de girasol alto oleico | Gullón

Propriedades do óleo de girassol alto oleico

Já ouviu falar do óleo de girassol alto oleico? É um óleo vegetal com uma grande quantidade de ácido oleico, o que faz com que nutricionalmente seja mais parecido ao azeite. Qual é a diferença entre o óleo de girassol normal e os restantes óleos vegetais? Continue a ler para descobrir as suas características nutricionais e as suas propriedades.

O que é o óleo de girassol?

O óleo de girassol é um óleo vegetal que é extraído pela prensagem de sementes de girassol, também conhecidas como pevides de girassol. O processo de obtenção do óleo de girassol é igual aos restantes tipos de sementes. Neste intervêm diferentes passos:

  • São eliminadas as cascas das sementes, se houver.
  • Trituração. São utilizados moedores para partir as células e facilitar a extração
  • Aquecimento – acondicionamento. A temperatura e a humidade são alteradas para serem obtidas as condições mais adequadas para a extração.
  • Extração do óleo. Realizada através da prensagem. Se a semente tiver um teor de gordura inferior a 25% é necessário utilizar um dissolvente.
  • Clarificação. São eliminadas as partículas que estejam suspensas no óleo.
  • São eliminadas as fibras provenientes das sementes que estejam presentes no óleo.
  • Descalcificação. É regulada a acidez.

O que é o óleo de girassol alto oleico?

O mecanismo de produção do óleo de girassol alto oleico é basicamente igual ao de preparação de outros óleos. A principal diferença neste é que é utilizada como matéria-prima uma variedade de sementes de girassol selecionadas por ter um alto teor em ácido oleico. É um ácido gordo monoinsaturado com ómega 9, presente no azeite de forma significativa. O alto teor em ácido oleico contribui para uma maior estabilidade a altas temperaturas em comparação com o óleo de girassol tradicional. Isto é uma clara vantagem quando um alimento, como no caso das bolachas, tem de ir ao forno.

Vantagens do óleo de girassol alto oleico

Existem várias razões pelas quais o óleo de girassol alto oleico faz parte dos nossos produtos:

Potenciar as gorduras insaturadas, mais saudáveis

Ao utilizar óleo de girassol alto oleico, está a potenciar as gorduras insaturadas, em vez das saturadas (manteiga, óleo de palma, palmiste ou coco, gorduras hidrogenadas). Os ácidos gordos insaturados da dieta, tanto os monoinsaturados como os polinsaturados, contribuem para a manutenção dos níveis normais de colesterol no sangue. Estes ajudam a reduzir as concentrações do colesterol LDL, o que é considerado prejudicial para a saúde, mas mantendo as do colesterol HDL que desenvolve funções benéficas no organismo.

Mais ácido oleico que o óleo de girassol tradicional

O óleo de girassol alto oleico pode chegar a conter até cerca de 80% de ácido oleico, que em comparação com outros tipos de óleo é superior. Por exemplo, o azeite, o argão ou o amendoim, que são dos que apresentam maior quantidade, contêm 87,1%, 50% e 44,8% respetivamente. Estas quantidades de ácido oleico são muito mais elevadas que o teor presente no óleo de girassol normal, que ronda 31%.

Contém vitaminas lipossolúveis

O óleo de girassol alto oleico tem um alto teor em vitamina E e contém quantidades importantes de vitamina K. A vitamina E é uma vitamina antioxidante que neutraliza os efeitos do envelhecimento das células causados pelos radicais livres.

Sabor suave

Por outro lado, o óleo de girassol alto oleico tem um sabor suave, que o torna mais conveniente para preparados doces que outros de sabor mais intenso.

Quais são as utilizações do óleo de girassol alto oleico?

De modo geral, tem as mesmas utilizações que qualquer outro óleo vegetal, principalmente se utilizado na cozinha. Este é muito utilizado na restauração para fritar, quer seja em pequenos restaurantes ou em grandes coletividades. Tal como referido anteriormente, este óleo tem uma maior estabilidade e é mais resistente a altas temperaturas, o que faz com que possa ser utilizado mais vezes.

Também é bastante utilizado na indústria alimentar, para preparar alimentos como o pão, bolachas, biscoitos e outros alimentos. Na maioria destes casos, a sua utilização não se deve à sua maior estabilidade apenas, mas também ao seu sabor que é mais neutro que o de outros óleos saudáveis, como o azeite, e a qualidade nutricional é maior do que a do óleo de girassol normal.

Na Gullón apostamos no óleo de girassol alto oleico e por isso o encontrará na maioria das nossas bolachas.